SindiTelebrasil manifesta posição favorável à expansão da banda larga e sugere alterações no edital de 2,5 GHz

Brasília, 31 - O Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil) manifestou hoje, durante audiência pública promovida pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para discutir as regras do edital de licitação das licenças para a prestação dos serviços de quarta geração (4G) da telefonia móvel, sua posição favorável à expansão da cobertura e da utilização da banda larga no Brasil. Na mesma audiência, o Sindicato mostrou empenho e comprometimento de suas associadas com o sucesso da operação móvel de alta velocidade durante a Copa das Confederações de 2013 e a Copa do Mundo de Futebol de 2014.

O SindiTelebrasil ressaltou a expansão já realizada pelas prestadoras móveis, que garantiu a presença das redes de terceira geração (3G) em 2.650 municípios, que concentram 83% da população do Brasil, atendimento que está além das obrigações de abrangência impostas pelo edital de licitação do 3G. No Brasil, os acessos em banda larga já chegam a 58 milhões, sendo que 41 milhões são pelas redes de 3G.

O SindiTelebrasil acredita que a tecnologia Long Term Evolution (LTE), da qual a faixa de 2,5 GHz é parte, será elemento importante na estrutura de atendimento da crescente demanda de dados e, por isso, reconhece a importância da licitação da banda de 2,5 GHz proposta pela Anatel. Alerta, no entanto, para preocupações geradas pela proposta de edital em discussão, principalmente quanto à efetividade da solução proposta para enfrentar o desafio de atender as demandas por mais e melhores serviços de telecomunicações.

Leia mais...

Acordo de cooperação para combater envio de spams é assinado pelo SINDITELEBRASIL

As prestadoras de serviços de telecomunicações, representadas pelo Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil), firmaram hoje um  acordo de cooperação para combater o envio indiscriminado de mensagens indesejadas por e-mail, como os chamados spams. A iniciativa, também assinada pelo Comitê Gestor de Internet no Brasil (CGI.br) e pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), tem, entre outros objetivos, o de implantar o bloqueio da chamada Porta 25, que é uma das saídas de e-mail, por onde trafega a maioria desses spams, que vão diretamente para o destinatário sem a exigência de autenticação pelo servidor. Veja mais.

“SindiTelebrasil assina acordo de cooperação para combater envio de spams pela internet

Iniciativa das prestadoras de telecomunicações vai reduzir tráfego de mensagens indesejadas por e-mail e o congestionamento de caixas postais

Brasília, 23 - As prestadoras de serviços de telecomunicações, representadas pelo Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil), firmaram hoje um  acordo de cooperação para combater o envio indiscriminado de mensagens indesejadas por e-mail, como os chamados spams

Leia mais...

Massificação da banda larga é defendida pelo SINDITELEBRASIL em evento sobre Internet

O Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil) defende, durante fórum organizado pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), a massificação dos serviços de banda larga no Brasil, visando atender a demanda da população por serviços de internet rápida. O fórum ocorreu nos dias 13 e 14 de outubro, em São Paulo. Veja mais.

“SindiTelebrasil defende massificação da banda larga em fórum sobre internet

Brasília, 21 - O Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil) defende a massificação dos serviços de banda larga no Brasil para atender a demanda da população por serviços de internet rápida. Esse entendimento foi reiterado durante participação da entidade no I Fórum da Internet no Brasil, que ocorreu nos dias 13 e 14 de outubro, em São Paulo.

Organizado pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), o Fórum teve a participação de vários segmentos da sociedade e permitiu a discussão de inúmeros temas relevantes. As discussões foram organizadas em seis painéis (trilhas) e abordaram assuntos como neutralidade de rede, a massificação da banda larga e o uso das faixas de radiofrequência.

Leia mais...

Em defesa do estudo da UIT sobre banda larga do País

Para o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Pessoal (SindiTelebrasil), o documento apresentado há um mês pela União Internacional de Telecomunicações (UIT), mostrando que o preço da banda larga fixa no Brasil é de US$ 16,91, traz dados mais realistas a respeito do mercado brasileiro de internet rápida. De acordo com o levantamento, o Brasil subiu 14 posições no ranking que registra os valores da cesta de serviços de banda larga fixa entre 165 países. Veja mais.

“SindiTelebrasil reforça estudo da UIT que diz que banda larga no Brasil custa 21% da média mundial

Brasília, 19 - O Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Pessoal (SindiTelebrasil) reitera que estudo apresentado há um mês pela União Internacional de Telecomunicações (UIT), mostrando que o preço da banda larga fixa no Brasil é de US$ 16,91, traz dados mais realistas sobre o mercado brasileiro de internet rápida.

Leia mais...

Emissão de Guias GRCS

cadastre sua empresa

Receba nossas novidades

Rio de Janeiro - RJ

Avenida Pasteur, 383 - Urca
Rio de Janeiro - RJ - CEP: 22290-240

Tel.: +55 (21) 2244-9494 - Fax:+55 (21) 2542-4092

Brasília - DF

SCN Quadra 1, Bloco F - Ed. América Office Tower
8º andar - Brasília - DF - CEP: 70711-905

Tel: +55 (61) 2105-7455